Escrita e oralidade: interação mediada pela tecnologia

Coimbra Padilha, Emanuele
General

No  mundo  em  que  vivemos,  existem  vários  tipos  de  interação.  O  processo  de  leitura,  por exemplo,  é  um  nível  de  interação  que  ocorre  quando  usamos  o  conhecimento  gramatical presente no texto e internalizado em nossa mente e este saber se relaciona com o conhecimento de mundo que possuímos. Outro tipo ocorre quando a interação se dá por meio do computador, entre  pessoas  e  objetos.  Nesse  sentido,  no  ambiente  de  ensino,  podem  coexistir  outras  várias formas  de  interação  e  todas  podem  ser  utilizadas  de  modo  a  facilitar  o  processo  de ensino/aprendizagem  dos  alunos.  Além  disso,  atualmente  vivemos  imersos  em  um  mundo globalizado  em  que  cada  vez  mais  as  pessoas  se  comunicam  por  meio  das  tecnologias  que facilitam a comunicação e a interação entre sujeitos de lugares distintos. No caso dos habitantes do  Rio  Grande  do  Sul,  devido  ao  MERCOSUL,  cada  vez  mais  se  torna  necessário  que  os participantes  desse  acordo  comercial  dominem  e  saibam  se  comunicar  na  língua  do  outro. Assim,  o  aprendizado  de  português  como  Língua  Estrangeira  tornou-se  imprescindível  para  o desenvolvimento e satisfação de todas as necessidades decorrentes desse contexto social. Desse modo,  este  trabalho  tem  por  objetivo  refletir  sobre  o  processo  de  ensino/aprendizagem  da linguagem escrita e da oralidade de português para estrangeiros, que pode ocorrer com o auxílio da interação estabelecida entre os sujeitos e as novas tecnologias, presentes em todo o processo. Para  tanto,  serão  apresentadas  ideias  de  autores,  como  Vygotsky  (1993)  que  dá  grande relevância  ao  papel  da  interação  social  no  desenvolvimento  do  indivíduo  e  Travaglia  (2002), que defende que a linguagem, tanto oral como escrita, é um espaço de interação comunicativa humana.  Para  finalizar,  será  realizada  uma  proposta  de  ensino  que  demonstra  como  essas temáticas podem ser trabalhadas nos cursos de língua.